1 de abr de 2013

Resenha: Proteja-me - Juliette Fay


Informações:
Titulo original: Shelter me
Tradução: Marcos Maffei
Páginas: 448
Formato: 16X23 cm
Acabamento: Brochura
Lançamento: 21/01/2013
ISBN: 9788581632209
Preço: R$34,90

Sinopse: 
Quatro meses após a morte do marido, Janie LaMarche continua tomada pela dor e pela raiva. Seu luto é interrompido, no entanto, pela chegada inesperada de um construtor com um contrato em mãos para a obra de uma varanda em sua casa. Surpresa, Janie descobre que a varanda era para ser um presente de seu marido — tornando-se, agora, seu último agrado para ela.
Conforme Janie permite, relutantemente, que a construção comece, ela se apega aos assuntos paralelos à sua tristeza: cuidando de seus dois filhos de forma violentamente protetora, ignorando amigos e família e se afundando em um sentimento de ira do qual não consegue se livrar. Mesmo assim, o isolamento autoimposto de Janie é quebrado por um grupo de intervenções inconvenientes: sua tia faladeira e possessiva, sua vizinha mandona, seu primo fofinho e até Tug, o empreiteiro.
Quando a varanda vai tomando forma, Janie descobre que o território desconhecido do futuro fica melhor com a ajuda dos outros. Até daqueles com os quais menos esperamos contar.

Por Carla Rodriguez

Proteja-me é uma leitura simples, mas de um significado profundo. Só quem já perdeu alguém próximo e de forma tão inesperada, como o acidente que tira o Robby de sua vida, sabe e consegue entender o que Janie sente e como reage. Pra quem não conhece essa dor, o livro vale como uma importante reflexão de como na realidade não temos controle de nada no mundo e devemos aproveitar cada segundo. Pode parecer/ser clichê, mas é um clichê vale a pena.
A raiva, o sarcasmo... a barreira de proteção que Janie cria pra sua dor e que aos poucos, com ajuda de pessoas que ela jamais imaginaria, vai sendo rompida. E que pessoas! Que personagens! Juliette Fay cria e desenvolve seus personagens ao longo do texto de forma delicada, porém incrível. Não tem como não se apaixonar por Dylan e Carly, o motivo principal de Janie conseguir seguir com a vida.
Com passagens de nos fazem rir ao mesmo tempo em que estamos chorando, Proteja-me é uma história de dor e superação. É sobre família e sociedade. Não é um romance qualquer, “fácil de gostar”. Leia quando estiver com tempo e esperando uma leitura mais séria, você certamente irá gostar e se envolver. A história prende e emociona, não só pelo sofrimento de Janie, mas por outros personagens como Tug, o Padre Jake, Shelly e Cormac, que só lendo pra você descobrir!



E olha aí quem também não queria desgrudar do livro:


0 comentários:

Postar um comentário