1 de abr de 2013

Resenha: O Inferno de Gabriel

Título Original: Gabriel's Inferno
Tradução: Fabiano Morais
Páginas: 512
Formato: 16 X 23 cm
Acabamento: Brochura/Lançamento: 14/02/2013
ISBN: 
9788580411263
Preço: R$39,90


Sinopse:
A salvação de um homem. O despertar da sexualidade de uma mulher.

Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites.
O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados.
Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer.
Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir.
Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.


Por Andréia Rosa
Silvyan Reinard já nos mostrou seu mistério e que é polêmica. Em "O Inferno de Gabriel", explora bastante essas suas facetas. O romance pitoresco e sensual conta a história de um professor de mestrado especializado em Dante (Gabriel O. Emerson) e seu envolvimento com a aluna recém chegada (Julliane Mitchell). A temática pode parecer piegas a primeira vista, mas o que o leitor descobre ao longo da história é que o casal possui um passado, apesar dele inicialmente não se lembrar, e com o desenrolar o leitor entenderá o seu porquê.

Silvyan te envolve na história, e mostra que não só por conta de seus passados, mais o casal protagonista tem muito mais em comum do que se pensava e não é só na cama, como os ávidos leitores de "Soft Porn", gênero em alta no momento, esperam encontrar logo de cara.

Outro ponto positivo no livro é esse, o/a autora(o) (Até o momento não sabemos a identidade real de Silvyan, um marketing básico que ajuda e muito na vendagem) não desenvolve um personagem que se torna caricato pelo fato de transar quinhentas vezes ao dia com a mulher amada, e apesar da beleza bem descrita de Gabriel com seu corpo completamente sexy e tudo mais, as emoções e os sentimentos dele vem a tona, mas não como um adolescente e sim como um homem de 30 enigmático e sedutor que ele é.

Apesar do(a) autor(a) em certos momentos "encher linguiça",  a trama não se torna chata, nem recheada de cenas sexualmente explícitas que acabariam tirando a graça de um momento que é bem desenvolvido, e que quando vem a acontecer é bem sensual e bonito até.

Por fim, a mensagem de "O Inferno de Gabriel", é o encontro de duas almas machucadas em busca de redenção, pelo meio mais bonito no íntimo do ser humano, o poder de se perdoar e amar.

Avaliação:

Nota: A editora Arqueiro, já prepara o lançamento de "O Julgamento de Gabriel" para Julho deste ano. Não perca a continuação da história de Julianne e Gabriel, porque eu certamente não perderei!


Um comentário:

  1. Este livro está sendo muito comentado. Eu ainda não o li, mas já está na minha lista de leitura.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir