22 de mai de 2012

Resenha: Eu, Alex Cross




Informações:

  • Editora: Arqueiro
  • Autor: JAMES PATTERSON
  • ISBN: 9788580410334
  • Origem: Nacional
  • Ano: 2011
  • Edição: 1
  • Número de páginas: 224
  • Acabamento: Brochura
  • Formato: Médio


Sinopse:
Numa noite de festa, Alex Cross recebe uma notícia chocante O detetive está comemorando seu aniversário quando atende a um telefonema informando que sua sobrinha, Caroline Cross, foi brutalmente assassinada. Ele jura que vai capturar o criminoso e logo descobre que Caroline estava envolvida com prostituição e não foi a única vítima. Garotas de um clube privativo desaparecem misteriosamente Atrás de pistas do assassino, Alex e a namorada, a detetive Brianna Stone, vão a um lugar onde é possível realizar qualquer fantasia, desde que se conheçam as pessoas certas para entrar. É lá que um homem misterioso e de gosto excêntrico, autodenominado Zeus, sacia seus desejos. Um mistério que pode abalar o mundo Alex e Bree percebem que terão que enfrentar figuras muito importantes, perigosas e bem protegidas, das mais altas esferas da sociedade. E uma coisa é certa: elas farão de tudo para manter seus segredos.















Alex está em casa com a família curtindo seu aniversário, quando recebe uma ligação que o informa que sua sobrinha Caroline foi brutalmente assassinada. A partir daí o detetive parte numa minuciosa investigação e descobre que sua sobrinha estava ligada a uma rede de prostituição extremamente exclusiva, na qual grandes figurões de Washington e até mesmo da casa branca estão envolvidos.
James Patterson tem uma narrativa muito boa, a forma como ele narra os pontos de vista(são muitos) o leitor não se perde.
No início com toda a história pessoal de Alex, mesmo quem não leu os anteriores (Eu, Alex Cross é o 16°), consegue se “localizar” na história.
A trama é bem entrelaçada, e as cenas dos assassinados narrados por Patterson, são tão fortes, tão reais que chegam a assustar.
Confesso que não li muitos livros deste gênero, mas as páginas deste título, parecem virar sozinhas, na ância de descobrir, quem é Zeus, de quê forma esses crimes estão ligados a casa branca. Logo, os figurões da alta escala de lá, ficam com os nervos a flor da pele.
Tentando também descobrir quem é Zeus, além disso ficam na cola Alex,  que também está investigando o caso.
Dentro de seu drama familiar com sua avó internada, Alex se vê dentro de um caso que pode abalar o mundo, e tenha certeza ele irá até o fim.
O clímax o livro é intenso, e bem amarrado, James Patterson consegue prender o leitor, a cada novo acontecimento, a cada virada de página você quer que logo o livro chegue ao fim para que você e Alex montem um complexo quebra-cabeças, e descubra por quem está por trás dele no final.

5 comentários:

  1. Livros assim predem a atenção do leitor, aquela coisa.."vou ler só mais uma página..espera só mais uma..prometo que será a última" kkkkkkkkkkk estou curiosa pra ler :)

    ResponderExcluir
  2. Comprei recentemente O Dia da Caça de James, mas ainda não vou ler, pois estou lendo 1984. Tenho grandes expectativas quanto ao livro, e isso só aumenta quando leio resenhas como essa acima, rs.

    Abraços, Joshua

    ResponderExcluir
  3. Eu quero ler este livro porque vai lançar o filme. Eu até tenho um livro da série Alex mas depois que vi que a série tem mais de 20 livros. Nem todos foram lançados no Brasil, enfim desanimei de conseguir ler todos. Adoro livros que nos prendem às páginas.

    ----Leituras & Fofuras----
    www.leiturasefofuras.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nossa, agora fiquei morrendo de vontade de ler...
    Adoro livro que é cheio de suspense, bem escrito e bem bolado *-*
    A resenha está ótima, o site está de parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, não sabia que essa série era tão grande, mas pelo que li da sua resenha, os livros não são uma continuação, dá pra ler fora da ordem e entender a estória. Confesso que livros policiais não são meu estilo favorito, mas ouço falarem tão bem da escrita do James Patterson que tenho curiosidade em ler alguma coisa dele. Embora tenha achado o enredo meio clichê, o livro parece bem dinâmico, então, o jeito é dar uma chance e ver se gosto rsrsr

    @Only_Mah

    ResponderExcluir