26 de mai de 2012

Resenha - Ghostgirl

Ghostgirl - Como ser popular depois da morte


Editora: Ediouro
Autor: TONYA HURLEY
Ano: 2011
Número de páginas: 320
Sinopse: Charlotte Usher está no último ano do ensino médio e se sente praticamente invisível na escola, até que um dia fica invisível de verdade. Pior ainda: morre. E tudo por causa de um cara e uma bala de goma. Mas ela está tão desesperada para ser popular que o desejo permanece mesmo após sua morte repentina. Aproveitando suas habilidades de fantasma, Charlotte não descansará enquanto não conseguir o amor de Damen, o garoto dos seus sonhos. Romance de estreia da autora e cineasta Tonya Hurley e best-seller da lista do New York Times, o livro foi traduzido para mais de vinte idiomas, incluindo francês e espanhol, e é o primeiro volume da trilogia Ghostgirl.
 



Charlotte nunca fora notada enquanto viva, então quando passa um verão inteiro se preparando para a volta as aulas, para se tornar popular e conquistar o rapaz por quem é apaixonada um tempão, tudo dá errado e quando a sorte parece melhorar, ela morre.
Seria engraçado se não fosse trágico sua morte. Pois nem assim foi notada, teve gente que usou a morte dela para aparecer, ou então para sair mais cedo da escola, mas ninguém sentia sua falta, ou jamais notaram a sua presença.

Fico me perguntando como ela não tinha uma única pessoa na escola que era sua amiga, o que ela fez ou deixou de fazer para nunca ter ficado amiga de ninguém, até o mais nerds dos nerds tem algum amigo!!!
Enfim, devo acreditar que ela era tão obcecada pelo Damen que não deve ter reparado em ninguém que tenha tentado se comunicar com ela, só pode ser isso.

Mesmo depois de sua morte, ela não consegue deixar de pensar no que ela faria para ser popular e conquistar Damen, e continua fazendo de tudo para que isso aconteça, ignorando o que seus colegas de classe da Educação Especial para os Mortos diziam quando ela tentava mais e mais permanecer no mundo dos vivos. Ela também não levou em consideração a vida de uma pessoa que queria ajudá-la, mas acabou juntando um casal que parecia impensável naquele colégio.
Mas como toda jornada tem lições a serem aprendidas, esta não foi diferente, apesar de tarde, foi bem aprendida.

O livro é muito gosto de ler, apesar deu ter me irritado muito com essa obsessão dela de ser popular e de que Damen tinha que ser dela a todo custo. Gostei muito da Scarlet, minha personagem favorita.
Achei a arte do livro muito legal, adorei as citações nas páginas dos capítulos (até conhecia algumas) e das ilustrações também.

Desde que eu li a sinopse eu sabia que eu iria adorar o livro, só tem um problema, quero ler a continuação e não tenho o livro, tragédia!!!!

0 comentários:

Postar um comentário