13/01/2012

Resenha: Cartas para Julieta


Por Milena Cherubim



Duas famílias, ambas dignas – na bela Verona, vos dirão – do rancor antigo, começam nova discussão, sujando as mãos, com sangue de irmãos. Do ventre fatal, desses dois inimigos, nasceu um malfadado casal de amantes, seus desventurados gestos, dignos de pena, os sepultou junto a luta de seus pais.” – Prólogo de Romeu e Julieta (pág. 15)
E com essa citação abro meu texto! Quando vi esse livro no stand da Bienal do Rio comentei com a Vivi que eu queria, mas não o comprei. Agora o blog está com a parceria da Editora Pensamento eu pedi o livro.
Ele não era o que eu ou minhas amigas imaginávamos. Não era o livro do filme. E sim o livro que deu a ideia para se fazer o filme. Esse livro tem uma riqueza de detalhes da história de Romeu e Julieta. Conta de onde surgiu a lenda, quem são os autores, onde está o túmulo de Julieta, como surgiu à primeira carta para nossa protagonista.
Separei alguns trechos que achei interessantes, cômicos e até românticos:
“Meu nome é Ricardo”. Tenho dez anos e moro numa cidade da província de Mântua. No verão passado, conheci uma linda menina de 14 anos que mora em Verona, chamada Federica. Gostaria muito de revê-la. Pode me dar alguma notícia sobre ela?” – Itália (pág. 13)
Sim, muitos adolescentes, mulheres, crianças e homens escrevem para Julieta procurando alívio, um conselho ou simplesmente pra pedir ajuda. Pois Julieta é a maior heroína da história. Ela morreu por amor. Uma quase santa.
“Querida Julieta, você é minha última esperança. A mulher que amo mais do que tudo neste mundo me abandonou. Você, que é a mais pura das mulheres, que entende o que é o amor verdadeiro, eu lhe suplico, faça alguma coisa por mim: escreva para ele, diga-lhe que a amo, sempre a amarei, que ela é a milha vida. Sei que pra você qualquer coisa é possível, pois você sabe o que significa morrer por amor.” – França (pag. 13)
O livro está um capricho só, ele é hard cover (capa dura), a diagramação é simples, mas também com espaços mais rebuscados. Partes das cartas para a Julieta, fotos de Verona da casa de Romeu e da casa de Julieta. Citações das peças de Shakespeare. Tem até receita! Com esse livro o diretor Gary Winick pegou a ideia para o filme. Abaixo o trailer.
Nota da Milena: Como eu disse, esse livro é de parceria. É um livro bom, mas esperava que fosse do filme e não o contrário rsrs, mas foi bom, eu conheci a história dos secretários de Julieta, como foi a epopeia do túmulo de Julieta, a verdade que não existiu sacada onde Julieta falava “Romeu, Romeu... porque és tu, Romeu?”, o descaso do governo com os artefatos históricos. Um livro que eu recomendo pelo capricho, pela história contida e divertida que vai te contagiar.

Nota:


Serviço:

Título Original: Letters to Juliet
Autor: Lise Friedman e Ceil Friedman
Tradução:Celina C. Falk-Cook
ISBN: 9788598903217
Gênero: História
Páginas: 176
Formato: 18x22
Editora: Pensamento-Cultrix



Parceria: 

4 comentários:

  1. Adorei a dica, vou comprar FATO :}

    ResponderExcluir
  2. Gostei do filme, mas não tenho vontade de ler o livro :)

    ResponderExcluir
  3. Aaaaahhhh =/
    Assim que vi que era o livro de "Cartas para Julieta", fiquei toda animada, mas qndo disse q não é da história do filme...

    Eu nunca esquecerei desse filme. Eu ganhei ingressos duplos para a pré-estreia exclusiva para assinantes do jornal o Globo, na promoção "Escreva uma carta de amor para seu amado", e as melhores ganhavam os ingressos. Eu ganhei quando ainda namorava meu (atualmente) marido ;P

    ResponderExcluir
  4. mas e a parte que Sophie se apaixona pelo neto da cler? help me, estou desesperada essa parte acontece no livro?

    ResponderExcluir